Lançamentos de outubro: camisetas poéticas

13.10.2014

Atenção fãs de poesia! Acabam de chegar 3 novíssimas estampas recheadas de poesia, história e arte: Casimiro de Abreu, Emily Dickinson e Tia Doca traduzidos em nossas camisetas poéticas! 

Camiseta Casimiro de Abreu 
Uma das estações mais inspiradoras do ano deu frutos na Poeme-se! Para celebrar a beleza das flores e a profusão de cores da época, nada melhor do que o verso de um dos mais importantes poetas da literatura romântica brasileira, Casimiro de Abreu. “A Primavera é a Estação dos risos”

Curtiu? Veja mais detalhes e compre aqui. 

poeta-casimiro-de-abreu

casemiro-de-abreu_camiseta-literaria

camiseta-poemese_casemiro-de-abreu

camiseta-com-versos-de-casemiro-de-abreu

Camiseta Emily Dickinson
A genial poetisa americana, Emilly Elizabeth Dickinson teve sua numerosa obra reconhecida somente após a morte. Sua poesia exibe uma liberdade sintática única, muito próxima da oralidade.

A frase “A compreensão do néctar requer severa sede” revela que sua obra deve ser admirada de perto. Contemple, aproveite e compre aqui.

frases-de-emily-dickinson

camiseta-poemese_emily-dickinson

emily-dickinson

camiseta-emily-dickinson

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Camiseta Tia Doca 
A história do samba da querida Portela tem a força de nomes como Tia Doca. Baluarte da Escola de Samba, mulher multifacetada, deixou um legado poético que nunca deve ser esquecido. Agora a Poeme-se, em parceria com o centro Cultural da Portela, transformou em camiseta poética um pouco da vida dessa grande personalidade Brasileira do mundo do samba. Compre aqui.

ilustracao-do-mundo-do-samba_carnaval_poesia_portela

samba-da-portela_tia-doca

Tia-Doca

camiseta-da-tia-doca_portela_samba

Ilustrassons na Poeme-se

06.10.2014

Faz quase um ano que a arquiteta e designer carioca, Nai Mattoso deu vida ao Ilustrassom, projeto cheio de graça e sensibilidade que se inspira em versos de grandes músicas brasileiras para criar as ilustrações, ou, como apresenta a designer:

“O projeto, que surgiu de forma autoral e despretensiosa ganhou forma e seguidores com o passar do tempo. Hoje, as ilustrações acumulam compartilhamentos dos próprios cantores e autores dos versos em que foram inspirados: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Djavan, Baby do Brasil, Maria Rita, Roberta Sá, Marina Lima, Sandra de Sá e Márcia Castro são alguns dos nomes que já publicaram Ilustrassons em suas redes.”

Agora, toda essa poesia se transforma em uma coleção exclusiva de porta-copos poéticos em nossa loja virtual, todos possuem o verso imantado, que é para você enfeitar um mural ou a geladeira. São 10 porta copos com as ilustrassons mais queridas dos amantes de boa música. Aproveite!

Porta copos Batom Vermelho
Como não se deliciar com aqueles dias em que você acorda se sentindo a pessoa mais incrível do planeta? “Velha e Louca” de Mallu Magalhães é uma dessas canções que funcionaria muito bem como um mantra para o universo feminino. Compre aqui.

porta copos mallu magalhães

Porta copos Cachaça não é água
Humor e carnaval traduzem bem o espírito deste “Ilustrassom” inspirado na famosa marchinha “Cachaça não é água não”, de Mirabeau Pinheiro, L. de Castro e H. Lobato. Até hoje os versos estão na boca e ouvidos dos foliões que se espalham pelos quatro cantos do Brasil. Compre aqui.

se-voce-pensa que-cachaca-e-agua

Porta copos Sorte do Dia
Quando o acaso e a sorte nos indicam o caminho da felicidade, não tem como fugir. Ilustrassom baseado na música “Só tinha de ser com você”, de Tom Jobim e Aloysio de Oliveira. Compre aqui. 

sorte do dia

Porta copos Nem vem que não tem
Toda a malandragem de Wilson Simonal dando “sopa” por aí neste “Ilustrassom” divertido inspirado pela canção “Nem vem que não tem”. Mais um mantra para sextas, sábados, domingos e feriados. Compre aqui. 

nem vem que nao tem

 Porta copos Blocos de Sexta
Essa “Ilustrasom” Retrata com humor aqueles minutos finais do expediente de sexta-feira que parecem levar uma eternidade para passar e te levar ao glorioso fim de semana. E é com esse pensamento que a arte se inspirou na canção “Eu quero é botar meu bloco na rua” de Sérgio Sampaio. Compre aqui. 

eu-quero-e-botar-o-meu-bloco-na-rua

Porta copos Luz dos Olhos
“Pela Luz dos Olhos Teus” é uma das mais belas poesias musicadas por Vinicius de Moraes. Baseada na canção, este irreverente “Ilustrassom” transmite o poder de um olhar apaixonado que, de tanta luz emanada, precisa até de proteção aos olhos. Compre aqui. 

quando-a-luz-dos-olhos-meus-e-a-luz-dos-olhos-teus-resolvem-se-encontrar

Porta copos Devagarinho.
“Ilustrassom” que traz uma visão bem humorada, atual e pragmática deste clássico do samba/ mpb que se chama “ Alguém me avisou”, de Dona Ivone Lara. Compre aqui. 

ilustrassom

Porta copo Água no Feijão
Não há como ouvir “Feijoada Completa” de Chico Buarque sem se contagiar pelo clima alegre de reunião com os amigos em um dia de sol e calor. Sem dúvidas, um verdadeiro clássico da música brasileira. O que muitos não sabem é que a canção faz menção ao retorno dos exilados políticos no período da ditadura (época em que foi composta). Compre aqui.

musica e poesia

Porta copos Fui por aí.
Um “Ilustrassom” lúdico e suave embalado por toda a poesia da música “Diz que fui por aí” de Zé Keti e H. Rocha. Compre aqui.

porta copos

Porta copos Flores em tudo
Com sensibilidade enxerga-se além do que se vê. “Ilustrassom” inspirado nos versos da música “Flores”, de Paulo Miklos, Sérgio Britto, Charles Gavin e Tony Bellotto. Compre aqui.

flores

Poesias para Colombina

29.09.2014

A trupe Será O Benidito e a Poeme-se, crentes na ideia de colocar a poesia em movimento, se juntaram para levar à Feira do Rio Antigo, Rio de Janeiro, uma intervenção poética circense: Poesias Para Colombina.

A performer Ludimila Sila, nossa Colombina, subiu em sua Lira estrategicamente armada no meio da Praça Emilinha Borba e ficou esperando que os passantes lessem poesias para que ela pudesse executar suas intrépidas acrobacias.

Se você não pode ler poesias para Colombina, veja como foi a ação.

Eu Poemo, tu Poemas, ele Poema e nós da Poeme-se nascemos para colocar a poesia em movimento.

Nova camiseta: Patativa do Assaré

22.09.2014

Para aumentar nossa coleção, nada melhor do que homenagear um dos grandes nomes da poesia nordestina, Patativa do Assaré. Não coube tanta poesia em si e além de poeta, foi compositor, cantor e improvisador. Vem conhecer a rima desse artista!

Antônio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré tem esse apelido devido à junção de Patativa – referência à ave de mesmo nome, pois o cantor tinha a poesia comparável à beleza do canto da ave. E Assaré é o nome da cidade onde nasceu, em 1909. Desde pequeno, mesmo com pouco estudo, fazia repentes para se apresentar nas festas da região.Seu primeiro livro publicado foi “Inspiração Nordestina”, em 1956, que mais tarde teria algumas modificações e passaria a se chamar “Cantos do Patativa 2″. Depois, lançou mais outras diversas obras. 

O destaque de sua obra poética está na marcante oralidade de Patativa, que emprestava voz, entonação, ritmo e linguagem corporal para dar mais expressão aos versos. Mesmo após os noventa anos de idade, o artista guardava na memória cada um de seus versos. Casou-se e teve nove filhos.

Patativa, mesmo com o sucesso, nunca deixou sua cidade e o trabalho na agricultura.  Na mais nova camiseta da Poeme-se trazemos sua frase: “Meu verso é como a simente que nasce inriba do chão, não tenho estudo nem arte, a minha rima faz parte das obras da criação.

Compre aqui a camiseta Patativa do Assaré.

obra-de-patativa-do-assaré

camiseta-poesia

patativa-do-assaré

camiseta-patativa-do-assaré

camiseta patativa do assaré

Lançamentos poéticos do mês!

02.09.2014

Setembro vem trazendo a beleza da primavera e mais inspirações poéticas para nossa coleção de camisetas poéticas na Poeme-se!

Para começar, a poesia de João da Cruz e Souza! O poeta simbolista com asas de rima foi ícone de uma geração: lutou pelo seu lugar na sociedade e pela causa negra.  E agora recebe nossa homenagem, mais do que justa, com essa camiseta poética. Compre aqui.

1

camiseta-com-poemas

escritor-negro_cruz-e-sousa

E onde já se viu poesia ter hora?  Poeme-se no lugar que quiser, da maneira que bem entender, com a pessoa que preferir. Coloque a poesia em movimento em todas as horas do dia!

Se você acredita nessas palavras, tem camiseta na loja virtual. Compre aqui.

4

poemese_camiseta-com-poemas-e-poesia

camisetas-para-quem-gosta-de-literatura