Posts by "poemese"

Prepare-se para o Dia dos Namorados

 

O dia dos namorados não é apenas uma data, um dia do mês de junho. É um estado de espírito, um sorriso no rosto, um momento de contemplação, de agradecimento, de dizer, de escutar. É, no fim das contas, uma bela oportunidade para falar que ama, para sentir-se amado.
Sendo assim, dia 2 de junho, na próxima edição da Feira do Rio antigo, a Poeme-se distribuirá  suas famosas #piluladepoesia com um recheio mais romântico ainda. Passe em nosso estande para fazer uma declaração adiantada e aproveite para vestir seu amor de poesia. Poeme-se!
Feira do Rio Antigo

 

Local: Rua do Lavradio – nosso estande fica na Prç Emilinha Borba (Lavradio com Senado)

 

Horário: 10 às 18h

 

Todo primeiro sábado do mês.

 

 

Poeme-se na Sopa Cultural de Maricá

Uma iniciativa da Banda Kamaleoa, o SOPA CULTURAL, que está em sua terceira edição, tem o objetivo de levar ao público de Maricá o trabalho de artistas locais nas suas diversas expressões culturais: Música, Teatro, Artes plásticas, vídeo, literatura e poesia.
levaremos a Escada Poética e nossas #pilulasdepoesia para completar esse lindo mosaico cultural. Vamos brincar de palavras em Maricá?
Saiba tudo sobre a ação no evento do facebook (clique aqui)

Poesia em Foco – Lucas Lisboa

“Bom dia Belo Horizonte!
Bom dia Minas Gerais.
Pra minha terra de amantes.
Meus suspiros e ais!”
Conhecido por essas bandas e admirado pela equipe Poeme-se, a última entrevista que fecha a série da Promoção Onde Mora a Poesia, apresenta um pouco da trajetória  do blog Sr. Personna, criação de Lucas Lisboa –  o Poeta Sobre Trilhos.
Como se deu seu envolvimento com a poesia?
A Poesia me acompanha desde a adolescência quando me apaixonei por uma poetisa, foi um envolvimento inesperado! Mas por outro lado venho de uma família de contadores de estória e piadistas. Essa poetisa e meus tios foram fundamentais para que hoje eu poetasse em meu estilo tão repleto de brincadeiras linguísticas e pequenas estórias
.
Como e quando nasceu esse espaço poético?
O meu espaço poético nasceu como um depósito virtual para meus versos e escritos em geral pois o papel e o arquivo digital em meu próprio computador sempre corriam o risco de se perder. Quando levei para a segurança do mundo virtual eu ganhei também um público para meus textos e por fim me deu a segurança para levar esses versos para além.. Com a publicação através da lei Rouanet e o apoio dos leitores dos trilhos resolvi me mudar do Blogger para um domínio próprio.
Qual sua principal motivação para mantê-lo?
Meus textos ali são uma fonte de inspiração para mim, volto releio, revejo e até crio novamente um poema antigo. Além disso o acesso virtual permite que os leitores que cativo dentro dos vagões do metrô e do trem possam acompanhar meu trabalho para além do pequeno livreto que receberam em sua viagem.
Qual o espaço que a poesia ocupa em sua vida?
A Poesia é uma constante em minha vida, a razão pela qual me mudei para o Rio de Janeiro, meu ganha pão e também meu sonho. Vivo poesia praticamente 24 horas por dia, estou sempre escrevendo, lendo ou analisando versos. Faço letras na UFRJ e trabalho vendendo meus versos dentro dos vagões do Rio. Além disso me organizo para não perder os melhores saraus que acontecem nessa cidade.
O que acha de vestir poesia?
Vestir poesia é poder mostrar para todos a minha paixão pelos versos, é poder assumir uma identidade própria, me afirmar enquanto amante das palavras e de seu poder encantatório. É também poder prestar um tributo aos autores que tanto me inspiraram, que tanto amo e me dão prazer. Homenageá-los ao vesti-los é um prazer que a Poeme-se tornou possível de uma maneira fantástica.
Leia o Blog do Sr. Personna, Poeme-se
www.srpersonna.com.br

Poesia em Foco – Amanda Videira

“Quando a solidão assustar
e a escuridão não parecer ir embora
feche a sua porta, pelo lado de fora.
E vire.”
Cada um dos espaços poéticos descobertos na promoção Onde Mora a Poesia é, sem dúvida, um microcosmos literário. Cada qual imprescindível para seus leitores e para a poesia. Little Bird – blog criado por Amanda Videira – é um desses maravilhosos espaços virtuais que fazem os leitores perderem a noção do tempo se embebedando de palavras. Conheça um pouco mais desse espaço virtual.
Como se deu seu envolvimento com a poesia?
Desde que comecei a me descobrir artista e precisava todo o tempo me expressar de alguma forma, optei pela forma escrita!
Como e quando nasceu esse espaço poético?
Sempre tive blog com uma amiga, mas brigávamos muito pela quantidade de postagens que eu fazia, então resolvi fazer um, unicamente meu. Isto se deu em 2011.
Qual sua principal motivação para mantê-lo?
Muito sentimento.
Qual o espaço que a poesia ocupa em sua vida?
Acho que um espaço integral, a gente acaba vendo poesia em tudo. Nos olhos pensativos do metrô, nas luzes da favela… Em qualquer coisa.
O que acha de vestir poesia?
Acho que poucas pessoas têm coragem de fazê-lo, transformar tudo em poesia… Pode ser uma tarefa bem difícil. Além de achar esteticamente bonitas as estampas, vestir poesia representa o que se é, e como se vê a vida.
Leia Little Bird, Poeme-se.
www.flywiththebird.blogspot.com.br

Poesia em Foco – George Patiño

“Poesia? Pois ia, pois foi, pois é.
E sempre será!”
Palavras à milanesa, que não é um blog gastronômico, foi o espaço virtual mais poeticamente temperado dos ganhadores da promoção Onde Mora a Poesia. É nesse espaço, onde muitos amantes da poesia matam sua fome, que George Patiño serve seus versos, crônicas, contos e críticas. Vejam a entrevista com o chef-poeta.
Como se deu seu envolvimento com a poesia?
Meu envolvimento com poesia acontece desde mais ou menos uns 12 anos de idade, quando comecei a rabiscar meus primeiros versos.
Como e quando nasceu esse espaço poético?
Meu blog nasceu em 2010. Batizei-o com o nome de “Palavras à Milanesa” com objetivo de escrever um pouco de tudo, de poesia, a crônica, contos, pensamentos, porém um pouco mais focado em poesias. 
Qual sua principal motivação para mantê-lo?
Minha principal motivação para manter o meu blog é dar vazão ao que tenho escrito e divulgar esse trabalho.
Qual o espaço que a poesia ocupa em sua vida?
O poesia ocupa um bom espaço na minha vida. Além de escrever, leio e pesquiso novos autores ou autores desconhecidos para mim. Também procuro passar isso para os meus filhos, que já declamam Cecilia Meirelles, com 9 e 6 anos.
O que acha de vestir poesia?
 A ideia de vestir poesia me agrada muito!!
Leia Palavras à Milanesa, Poeme-se!

Poesia em Foco – Carla Vergara

“Quando penso
que o aperto
vai matar o peito,
o nó vira laço
e eu borboleta.”
O Blog Místicas Femininas foi um dos espaços virtuais ganhadores da Promoção Onde Mora a Poesia que a equipe Poeme-se desenvolveu para mostrar a força que tem a poesia na web. Para saber mais sobre esse terreno binário entrevistamos a anfitriã desse território – Carla Vergara.
Poeme-se – Como se deu seu envolvimento com a poesia?
“…Acordei repentina com o desejo de realizar um blog. 10 de abril de 2009.” Afirma Carla, em uma postagem de aniversário de primeiro ano do blog (veja aqui), onde conta exatamente como foi influenciada pela atriz Elisa Lucinda e sua metodologia de falação de Poesia na Casa Poema.
Poeme-seQual sua principal motivação para mantê-lo?
Escrever não é minha escolha, é uma obrigação. A minha causa é ver um mundo mais humano, pessoas olhando-se mutuamente, respeitando as suas diferenças e encontrando-se nas suas essências.
Confesso que há algo muito prazeroso em escrever sempre. Trata-se da não linearidade na produção poética, isto é, criar poemas bons alternados com poemas “ruins” – o que me absolve de ter que ser uma boa poeta e apenas ser poeta – como deve ser na arte e na vida.  
Para se ter dimensão do espaço que a poesia ocupa na vida de Carla Vergara é só observar o seu trabalho. Veja os vídeos:
Poeme-seO que acha de vestir poesia?
Acho um charme vestir a poesia!
Leia Místicas Femininas, Poeme-se.