Posts in "compositores"

This is Cartola ou mais do que um poeta de rosas

This is Cartola – ou mais do que um poeta de rosas

“Cartola foi, do ponto de vista da representatividade, alguém que veio de um universo extremamente popular, com origens muito humildes e que nunca teve possibilidades de instrução como outros compositores e poetas da Música Popular Brasileira. Ele foi verdadeiramente abençoado pelo dom da palavra e da música e revolucionário pela obra que construiu, no contexto que construiu.” – Inês Carreira, cantora portuguesa/carioca, amante de samba.

Muito além do que um homem negro e de sambista, Cartola foi um gênio, não reconhecido devidamente em sua época. Através de sua música e de suas letras, ele ainda conquista corações. De fato o compositor atravessa gerações. De pedreiro a poeta, o que esse romântico artista pode nos sugerir para 2019?

Preciso me encontrar

“Quero assistir ao sol nascer
Ver as águas dos rios correr
Ouvir os pássaros cantar
Eu quero nascer
Quero viver.”

Que 2019 você preste atenção ao seu redor, mas que acima de tudo, encontre você mesmo e se sinta pleno.

Camiseta literária Todos amam Cartola

O mundo é um moinho

“Ouça-me bem, amor
Preste atenção, o mundo é um moinho.”

Por mais que 2018 tenha te trazido mágoas, decepções e choros, lembre-se sempre: o que o vento leva também traz. De certo nada de ruim dura para sempre. Por isso, adentre 2019 com esperança e reconstrua sonhos.

Compositor Cartola

Corra e olhe o céu

“Corra e olhe o céu
Que o sol vem trazer
Bom dia.”

Que 2019 seja o ano das gentilezas. Assim como das paradas para apreciar o céu, as nuvens, a simplicidade diária e os pequenos detalhes.

Boton Óculos Cartola

Que sejas bem feliz

“Que Deus e a natureza
As aves nos seus ninhos
As flores pela estrada
Perfumem todos os caminhos.”

Porque não ouvir mais música no ano que abre alas, sorrir mais, prestar atenção nas coincidências e sentir o cheiro da vida ao seu redor. Também cante e incentive outras pessoas a cantarem. Então sejas bem feliz.

Festa da vinda

“Espero ainda
Que a festa do adeus
Seja a festa da vinda.”

Acima de tudo, desejamos que o fim seja eternizado com um sorriso de despedida e o início do ano recebido com um curioso sorriso sobre o que há de vir. Se a música e a poesia estiverem juntos em sua vida, temos certeza que seu novo ano será um tempo de aprendizado e realizações. Sendo assim, e que tudo acabe em samba, essa modalidade que tanto reflete a alma brasileira.

Bata literária Todos amam Cartola

Qual sua música preferida do compositor? Conta pra gente nos comentários.

Hanny Saraiva

25 anos sem Raul Seixas

A história do rock nacional não seria a mesma sem Raul Seixas. Do menino que não gostava de ir à escola, mas era apaixonado por literatura e sonhava em ser escritor como Jorge Amado, surgiu um dos artistas mais icônicos do Brasil. Lançou 17 discos e suas músicas ecoam até hoje como composições importantes da música brasileira, só para citar algumas: “Metamorfose Ambulante”, “Gita”, “Tente outra vez”, “Maluco Beleza” e “Eu nasci há dez mil anos atrás”. Toca Raul!

raul seixas

O baiano conhecido como Raulzito no início da carreira, integrava o grupo Os Panteras, parceria que teve como fruto um disco em 1968. Depois, trabalhou durante muito tempo como produtor musical e compositor. Mas é em 1973, quando lança o álbum “Krig-ha, Bandolo!”, com reconhecimento nacional. Do período de amizade com Paulo Coelho, até o exílio no período da ditadura, Raul não deixou de produzir e após lançar o álbum “Gita” ganha o disco de ouro com 600.000 cópias vendidas.

Eu sou a luz das estrelas
Eu sou a cor do luar
Eu sou as coisas da vida
Eu sou o medo de amar

Gita

Nos anos 1980 incia um período conturbado, onde Raul tem depressão e mergulha nas drogas. Mesmo assim,consegue fechar alguns contratos e participações em programas como o Fantástico. Raul Seixas morre em 1989, após sofrer uma parada cardíaca, em decorrência de problemas com o alcoolismo.

Foram produzidos vários álbuns póstumos, como “O Baú do Raul” e mesmo após 25 anos de sua morte, Raul continua sendo lembrado com grande destaque no cenário da música brasileira – alguns o chamam de “pai do rock brasileiro”.