Posts in "poeme-se"

Poesia em Foco – Entrevista Vitor Nascimento

Poesia em Foco – Entrevista Vitor Nascimento

“As palavras vão caindo, jorrando
se esbarrando
entre refugos e tropeços
desacertos e recomeços
de um jeito mansinho, devagarinho
elas se acertam
confundindo, elas se completam…”
     Através de uma brincadeira em forma de promoção poética a equipe da Poeme-se pode conhecer melhor o delicioso mundo da poesia virtual. Coisas boas saltaram aos olhos como o blog gerenciado por Vitor Nascimento – Neo Sofismo em Voga. Confira a entrevista com o poeta.
Poeme-se – Como se deu seu envolvimento com a poesia?
A poesia se apresentou como o meio mais confortável de expressar o que me chama a atenção no cotidiano, o que me incomoda ao meu redor, o que me surpreende os sentidos, o que me excita os delírios… Acho divertido olhar para onde todos olham e ver o que ninguém mais vê. É uma espécie de impressão digital do olhar.
Poeme-se – Como e quando nasceu esse espaço poético?
Foi em meados de 2009. Recordo-me de estar bastante chateado com algo que havia acontecido no mundo (juro que não lembro o que foi) e eu falava com as pessoas, indignado, mas poucos me davam ouvidos e os que me davam, pediam de volta logo em seguida. Acho que tive uma “convulsão poética”. Resumindo: precisava pôr pra fora. E foi o que fiz. O resultado tá aí.
Poeme-se – Qual sua principal motivação para mantê-lo?
Eu comecei o blog bastante solitário e sinceramente despretensioso. Só divulgava pra alguns mais chegados. Recebia um elogio aqui e ali, uma crítica que me forçava a esclarecer algo que por ventura não tinha ficado bem entendido. Porém não parou aí. Apareceram pessoas que eu nem conhecia (e até hoje não conheço) opinando sobre o que havia escrito; os comentários foram ficando mais extensos e complexos; houve um aumento de demanda e tudo isso fez com que a ficha caísse e eu visse que não estava sozinho nessa. Lembro de um comentário emocionado de um amigo que narrava o quanto havia se identificado com um de meus textos. Foi quando percebi o caminho sem volta em que tinha me metido: meus textos já não me pertenciam. Escrevendo a mim, eu escrevo os outros. E tenho que prestar contas disso. É um barato!
Poeme-se – Qual o espaço que a poesia ocupa em sua vida?
O espaço de dentro e o de fora. Necessidades básicas: comer, beber, poemar.
Poeme-se – O que acha de vestir poesia?
Estilo de vida. E é importante que mais pessoas o adotem. Vejo gente de micro saia e gente encasacada até o pescoço, mas tá todo mundo vestido de pelado.
Visite o Neo Sofismo em Voga, Poeme-se.

OrFEL – Fanzine Fora do Eixo

OrFEL – Fanzine Fora do Eixo

     Este ano o OrFEL – fanzine criado pela Rede Fora do Eixo – produzido colaborativamente pela galera da Fora do Eixo Letras completará um ano durante o festival Grito Rock. O fanzine circulará nas versões on line e impressa em vários pontos onde acontece o Grito Rock pelo país.
     As incrições para os autores que queiram ver suas obras publicadas nesse espaço literário começam hoje. Todos podem inscrever suas obras nas categorias: Conto, Crônica, Poesia, Prosa Poética, Quadrinhos, Charge e Ensaio Crítico. Confira o edital para saber como participar. As inscrições vão de 06 a 11 de fevereiro de 2012.
     Só no ano passado as cinco edições de OrFEL lançadas contabilizaram cerca de 12.000 visualizações on line e mais de 3.500 versões impressas foram distribuídas em todas as regiões do país.
Não sabe o que é FEL?

Não sabe o que é a Rede Fora do Eixo? Clique Aqui.