Com uma presença maior de autores negros, mais mulheres, mais eventos paralelos e todo o charme de Paraty, a FLIP 2017 esta chegando. Por isso, separamos atividades imperdíveis durante a edição que Homenageia Lima Barreto. Confira:
Lima Barreto

Lima Barreto

Dia 26

Às 19h15 tem a sessão de Abertura – “Lima Barreto: triste visionário” O ator Lázaro Ramos e a historiadora Lilia Schwarcz, biógrafa do homenageado, vão apresentar uma aula ilustrada, comparando o Brasil de Lima Barreto e suas previsões para o futuro. A sessão de Abertura foi batizada com o título do livro de Lília que acabou de ser lançado

Dia 27

“Em nome da mãe” é o nome da mesa oficial que começa às 21h30. Nela, duas escritoras cujas famílias foram marcadas pelas guerras ( a brasileira Noemi Jaffe e a tutsi Scholastique Mukasonga) vão conversar sobre as reconstruções artísticas a partir das tragédias.

Dia 28

Para quem é de cair na night da literatura, a Festa do Policarpo, organizado pelo PublishNews,  acontecerá a partir das 22h. O local será o quiosque Pizzaria da Praia, na praia do Pontal, do outro lado do rio Perequê-açú, próximo ao terreno que abrigava a antiga Tenda dos Autores da Flip. (veja o evento aqui)

Dia 29

No sábado, a Amazon vai realizar o Dia do Autor Independente na Casa Santa Rita da Cassia – A programação acontecerá a partir das 10h. Durante o dia haverá um pitching apelidado de Vendendo sua Ideia, no qual 10 autores independentes terão três minutos para apresentar seus projetos a editores e profissionais do mercado editorial.

 

Às 20h15 do sábado, na Casa Sesc, vai rolar o Sarau de 5 Polegadas: Prosa e poesia lidas por convidados e público a partir de aparelhos digitais, como telefones celulares. Com Jessé Andarilho e Coletivo Marginow.

 


Essas são só algumas das atividades da FLIP. Agora queremos saber o que você nos sugeriria?

 

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *