Pílulas Poéticas: para que a semana comece bem.

Neste finalzinho de domingo, uma pequena dose de poesia, para começar a semana. Comecemos com Clarice.

“Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo.”
Clarice Lispector.
 
 
 
 
Qual a “Pílula Poética” que você indica? Compartilhe conosco!
 
Boa semana e, em breve, novidades no blog.
 

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *