Posts tagged "frases"

As 13 melhores pílulas poéticas de Emily Dickson

Gostaria de uma pílula poética? Separamos treze encantamentos de Emily Dickson (inspirados em nossa camiseta) para você compartilhar entre os amigos e tornar seu dia mais poético.

Para sempre é composto de agoras

  1. Para sempre é composto de agoras.
  2. A esperança é uma ave que pousa na alma, canta melodias sem palavras e nunca cessa.
  3. Todo meu patrimônio são meus amigos.
  4. Pela sede, aprende-se a água.
  5. Suave como o massacre dos sóis mortos pelos sabres do anoitecer.
  6. Me mata e a alma flutua. Cantando ao Paraíso, sou tua.
  7. Astutos corcéis do tempo param e não vão embora, na porta do tormento nem que lhes metam espora.
  8. Lá fora as coisas não são diferentes, as estações se escoam, enfloram-se as manhãs no meio-dia e abrem botões de fogo.
  9. O sucesso é mais doce a quem nunca sucede.
  10. A beleza não tem causa, ela é. Tenta caçá-la e ela cessa, desiste e ela permanece.
  11. Se recordar fosse esquecer, eu não me lembraria.
  12. Banir a mim de mim fosse eu capaz. Fortim inacessível ao eu audaz.
  13. A dor tem algo de vazio, não sabe mais a era em que veio ou se havia um tempo em que não era.

Qual a pílula poética representa mais seu estado de espírito atual? Compartilhe com a gente!


Hanny Saraiva

Frases de Florbela Espanca – grande poetisa portuguesa

A escritora portuguesa Florbela Espanca é considerada uma das grandes figuras femininas das primeiras décadas da frases-de-florbela-espancaLiteratura Portuguesa do século XX. Hoje reunimos frases de Florbela Espanca para quem busca aquecer o coração, para quem quer se inspirar e conhecer um pouco mais de sua obra.

Na Poeme-se, seus versos sobre como ela entende a força da poesia forma inspiração para a camiseta que você encontra na nossa coleção:

Quem é Florbela Espanca 

Nascida Flor Bela Lobo, em 8 de dezembro de 1894, em Vila Viçosa, Portugal, a escritora mais tarde se autonomearia como Florbela d’Alma da Conceição Espanca. Formada no curso de Letras e, posteriormente, estudante de Direito, Florbela começaria na vida acadêmica o seu contato com poetas e outras mulheres escritoras. Nessa época ela escrevia para jornais e revistas e publicava o seu primeiro livro, “O Livro das Mágoas” em 1919.

Como artista intensa que era, levava suas emoções para suas obras literárias. Florbela Espanca falava do sofrimento, do desencanto, do desejo rumo a busca pela felicidade, a solidão… Em 1923 publica “Livro de SórorSaudade”. Sua obra não foi classificada como integrante de nenhum movimento literário, embora tenha bastante expressividade na técnica do soneto. É inegável a sua contribuição literária como voz feminina.

Ao longo da vida teve 3 casamentos marcados por desilusões amorosas, a morte de seu irmão em um acidente de avião e outras questões familiares que podem ter contribuído para culminar em sua morte precoce, com apenas 36 anos, em 1930, vítima de um edema pulmonar (embora alguns biógrafos especulem a morte por suicídio através de envenenamento de remédios).

Frases de Florbela Espanca 

Com uma artista tão expressiva e importante para a literatura da língua portuguesa, Florbela Espanca possui inúmeras frases que são amplamente compartilhadas pela sua beleza.

Vida 

“A vida é sempre a mesma para todos: rede de ilusões e desenganos. O quadro é único, a moldura é que é diferente.”

“A vida é apenas isto: um encadeamento de acasos bons e maus, encadeamento sem lógica, nem razão; é preciso a gente olhá-la de frente com coragem e pensar, mas sem desfalecimentos, que a nossa hora há-de vir, que a gente há-de ter um dia em que há-de poder dormir, e não ouvir, não ver, não compreender nada.”

“Um retrato é apenas a ideia aproximada de uma pessoa. A graça de um sorriso, o olhar, a expressão e tudo quanto para mim é a beleza, não pode verdadeiramente existir num retrato.”

Amor 

“Quem disser que pode amar alguém durante a vida inteira é porque mente.”

“Eu quero amar, amar perdidamente. Amar só por amar.”

“No gelo da indiferença ocultam-se as paixões”

“Longe de ti são ermos os caminhos.”

“Amo-te tanto. E nunca te beijei… E nesse beijo, amor, que eu não te dei, guardo os versos mais lindos que te fiz.”

Pensamentos

“A ironia é a expressão mais perfeita do pensamento”

“Tão pobres somos que as mesmas palavras nos servem para exprimir a mentira e a verdade”

“Perdoo facilmente as ofensas, mas por indiferença e desdém: nada que me vem dos outros me toca profundamente.”

Poemas de Florbela Espanca

Continue reading