Você compra livro pela capa?

Há quem diga que não se deve julgar um livro pela capa, mas há também aquele que passa horas a admirar essa arte gráfica e pensar que sim, capas também são pedaços da história que quase sempre nos atrai para mundos extraordinários. É claro que tememos sermos enganados, mas você já passou a mão em um livro e quis abraçar aquela capa? Já ficou minutos como que dedilhando o título, apreciando as cores, a disposição das fontes, a sacada incrível do capista? Você compra um livro pela capa? Quem nunca? Para você, que ama aquele acabamento refinado e se apaixona fácil por uma capa, aqui vão algumas delas que amamos…

1. Caramuru

Uma capa clássica sobre um poema épico do descobrimento da Bahia, composto por Frei José de Santa Rita Durão, impressa na Regia Officina Typográfica, em Lisboa, no ano de 1781 ganha nosso coração toda vez que a vemos por transmitir a simplicidade das capas antigas e por trazer aquele ar de nostalgia.

comprar livros pela capa de livro caramuru

2. Ar Condicionado

A capa de Gustavo Piqueira (Casa Rex), um dos mais importantes designers atuais, é uma junção impecável de texto e imagem, uma defesa à ideia validada por ilustradores, designers, apreciadores da arte gráfica, tipógrafos, capistas de que texto é imagem. Os pensamentos em forma de silhuetas dos personagens é prova de que novas possibilidades de leitura também são sinônimos de boa história.

3. Poesis

A edição francesa das poesias de Arthur Rimbaud, impressa na Libraire Editeur, em Paris, no ano de 1895 nos transporta para uma época sonhadora e encantadora. Quem nunca se imaginou adentrando uma livraria francesa, uma alma a vagar em busca de novas histórias?

comprar livros pela capa de livro Poesia completa

4. Meio sol amarelo

A capa de Cláudia Espínola de Carvalho coloca o livro vencedor do National Book Critics Circle Award e do Orange Prize de ficção 2007 como destaque para essa versão da editora Companhia das Letras: forte, vibrante, entoando altivez e identidade. As cores intensas chamam atenção de longe e mesmo que você não conheça as narrativas de Chimamanda Ngozi Adichie sabe que está com uma obra intensa em mãos.

5. Moby Dick

A versão premiada da designer Luciana Facchini é realmente fascinante, mas aqui ficamos com a versão antiga não só por ser um clássico mundial, mas porque a versão impressa na Harper & Brothers, Publishers, em Londres, no ano de 1851 é 100% nostalgia e a gente adora olhar para o passado e ver como o simples funcionava e bem.

comprar livros pela capa de livro Moby dick

6. Cujo

Sanguinolenta. Raivosa. Corpulenta. A capa da obra de Stephen King é grave e intensa como o cão protagonista do livro, como se não houvesse outra alternativa a não ser levar o conteúdo para casa e devorá-lo como a capa parece fazer. A editora Suma de Letras fez um trabalho impecável e o projeto gráfico é um exemplo de como cor e fonte são impactantes quando bem utilizadas.

7. O Pequeno Príncipe

A capa, ilustrada pelo próprio escritor Saint-Exupéry atravessa gerações e é o segundo livro mais traduzido do mundo, só perdendo pra Bíblia Sagrada. A capa da fábula é facilmente reconhecida, mesmo por aqueles que nunca leram a obra e a delicadeza do traço é um dos motivos de nunca sair de circulação.

comprar livros pela capa de livro pequeno principe

8. Antologia da Literatura Fantástica

O imaginário dos ícones da literatura fantástica ganhou uma capa que parece criar uma atmosfera única e facilmente identificável com sua composição de cores e imagens, nos levando ao universo mítico dos 75 contos como quem sussurra ao pé do ouvido. Saudades, editora Cosac Naify.

Qual desses livros você compraria pela capa? Conta pra gente nos comentários! Tem alguma outra capa que você ama? Conta também! <3

Hanny Saraiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *