Focado em voltar às aulas, começar uma pós, um mestrado, prestar o vestibular? Não importa o motivo para adentrar ao mundo dos estudos, o que devemos sempre ter em mente é a celebração da liberdade de expressão. Em uma sociedade onde livros foram – e são – banidos por suas linguagens, temas ou polêmicas, a literatura censurada deve ser evitada a todo custo para que possamos viver em mundo mais justo e democrático. Sabia que muitos livros que você ama já foram censurados?

1. 1984, de George Orwell

O livro, que é uma crítica aos regimes totalitários e ao poder excessivo, foi censurado nos Estados Unidos e taxado como literatura pró-comunista. Publicado em 1948 quando a Guerra Fria já estava aí, na União Soviética também foi vetado por ir contra o regime stalinista. O que seria 1984 a não ser uma literatura reflexiva sobre os tempos passados que parecem mais atuais do que findos?

Almofada 1984

 

2. Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley

Também abordando governos totalitários, questionando avanços científicos e a questão da felicidade a qualquer custo, Admirável Mundo Novo foi banido de bibliotecas americanas por ser considerada uma obra que incentivava o uso de drogas e promiscuidade sexual. Em um mundo onde Rivotril reina, Huxley super estimulava o uso, né?

Camiseta Literária Aldous Huxley

 

3. Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J. K. Rowling

O mundo de bruxaria criado pela autora inglesa foi banido de algumas escolas dos Emirados Árabes Unidos pelo seu tema. Já no Ocidente, a saga foi criticada por instituições conservadoras americanas e brasileiras que acreditavam que a jornada do bruxo órfão conteria ocultismo, feitiçaria e falsa religião. “É LeviÔsa, não LeviosÁ.”

 

Camiseta Literária O Fantástico Harry Potter

 

4. O crime do padre Amaro, de Eça de Queirós

Quando um padre se apaixona e se envolve com uma mulher em 1875 num universo fictício, quem disse que a Igreja Católica deixa passar despercebido? Alvo de protestos devido ao conteúdo erótico x o celibato clerical, o livro de Eça de Queirós foi banido em escolas de Portugal.

Camiseta Literária Eça de Queiroz

 

5. Feliz ano novo, de Rubem Fonseca

No período de ditadura militar brasileira muitos livros foram censurados pelo DIP e um deles foi Feliz Ano Novo. Com a justificativa de ferir a moral e os bons costumes, os contos do autor foram recriminados em 1976. Muitas pessoas diziam que o livro era “pornografia pura” e pregavam que o autor fosse preso. Conhecido por sua linguagem brutal e crua e uma visão direta das cidades, o livro foi censurado oficialmente pelo Ministro da Justiça de Geisel.

Camiseta Literária Cálice

6. Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll

Oi? Até Alice? Sim, na China de 1931 o livro foi abolido porque os animais usavam a mesma linguagem que os humanos, ficando no mesmo nível hierárquico. Nada de conversar com seu gatinho e ele responder, viu?

 

Camiseta Literária Alice no País das Maravilhas

 

7. O Evangelho segundo Jesus Cristo, de José Saramago

Cristo foi tema do autor português, mais conhecido por ser ateu, e recebeu intensas críticas da Igreja Católica portuguesa. Na obra, o autor aborda um Jesus mais humanizado com uma suposta relação com Maria Madalena. Vetado no processo de seleção de obras do Instituto Português do Livro e da Leitura (IPLL), o livro foi descartado do processo – ‘Este livro não, porque ofende’, nas palavras do autor.

Camiseta Literária Saramago

Conhece algum livro que foi censurado atualmente? Conta pra gente nos comentários. =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *