Qual livro combina mais com sua criança literária?

Em 2 de abril abrimos o mês comemorando o Dia Internacional do Livro Infantil, uma homenagem ao nascimento do escritor Hans Christian Andersen, grande mestre criador de histórias infantis. Pensando na magia desse universo, separamos algumas dicas para enaltecer aquela criança especial que você tem maior orgulho de fazer parte da vida e super inspirar os pequenos a entrar nesse mundo encantador dos livros. Qual livro combina mais com sua criança literária?

1. Extraordinário, de R. J. Palacio

“O caminho é simples… escolha ser gentil.” Se você tem uma criança literária extraordinária em sua vida, que te ensina sobre a existência de forma única e simples, esse livro é aquela opção perfeita para incentivá-la a sempre superar medos e preconceitos.

Sinopse: Não julgue um menino pela cara. “Extraordinário” conta a história de August Pullman, o Auggie, uma criança que nasceu com uma séria síndrome genética que o deixou com deformidades faciais, fazendo com que ele passasse por diversas cirurgias e complicações médicas ao longo dos seus poucos anos de vida. Auggie foi educado em casa até os 10 anos quando começou a frequentar o quinto ano em uma escola de verdade. Ser o aluno novo não é fácil, mas com um rosto tão diferente pode ser ainda mais difícil! Auggie vai ter que convencer seus colegas do colégio particular de Nova York que, apesar de sua aparência diferente, ele é um menino igual a todos os outros.

camiseta infantil Escolha ser gentil

2. Amoras, de Emicida

Aquela história que dá vontade de abraçar por ter lido. Poético, amoroso, sensível. Pena que é tão curtinho. As ilustrações são tão singelas quanto o texto. Aqui temos representatividade, amor, aspectos culturais, poesia com palavras. Tudo de forma delicada e forte. Para aquela criança doce e acalentadora, mas que é ao mesmo tempo profunda e filosófica.

Sinopse: Em seu primeiro livro infantil, Emicida conta uma história cheia de simplicidade e poesia, que mostra a importância de nos reconhecermos nos pequenos detalhes do mundo. Na música “Amoras”, Emicida canta: “Que a doçura das frutinhas sabor acalanto/ Fez a criança sozinha alcançar a conclusão/ Papai que bom, porque eu sou pretinha também”. E é a partir desse rap que um dos artistas brasileiros mais influentes da atualidade cria seu primeiro livro infantil e mostra, através de seu texto e das ilustrações de Aldo Fabrini, a importância de nos reconhecermos no mundo e nos orgulharmos de quem somos — desde criança e para sempre. “Um livro que rega as crianças com o olhar cristalino de quem sonha plantar primaveras para colher o fruto doce da humanidade.” — Sérgio Vaz

camiseta infantil Ler não da sono ler da sonhos

3. A pequena Jane Austen – Orgulho e Preconceito, de Jennifer Adams e Alison Oliver

Com elementos visuais do clássico de Austen, o livro é um incentivador para que a criança possa se familiarizar com o universo dos clássicos e seu interesse seja despertado. Com belas ilustrações, somos apresentados às cinco irmãs: Jane, Elizabeth, Lydia, Kitty e Mary e às ideias principais do livro. Como apontado em resenha no Skoob, “São 10 conceitos referentes à história e contexto social da época, cada virada de página destaca a sequência de números, ou seja, é uma boa forma também para a criança aprender a contar”.

Sinopse: Este livro apresenta às crianças, de forma moderna e especial, o universo da literatura clássica de Jane Austen, com Orgulho e preconceito. O texto simples e instigante, a iniciação nos números e o repertório de imagens e temas que remontam à sociedade inglesa do século XIX constituem elementos importantes para as primeiras leituras no mundo dos grandes clássicos da literatura.

camiseta infantil Jane austen

4. Felizmente, o leite, de Neil Gaiman

Se você procura um livro divertido, aqui está. A cada frase lida, tinha vontade de falar em voz alta, como se realmente estivesse a contar a história que o pai diz aos filhos. Leve, sarcástico, imaginativo, é um ótimo presente para os próximos aniversários de criança que for convidado na faixa etária de 6 a 8 anos. E para pequenos que adoram rir de tudo.

Sinopse: Uma prosaica ida até o mercado se transforma numa incrível aventura no mais recente livro infantil do celebrado escritor britânico Neil Gaiman, que coloca um estranho objeto prateado no caminho de um pai que só queria comprar um pouco de leite para o café da manhã. Aliás, aquele disco prateado gigantesco estacionado em plena rua Marshall, com seres verdes um tanto gosmentos e bastante ranzinzas querendo reformar o (nosso) mundo, é só a primeira de muitas surpresas que esperam pelo zeloso pai de família na história, que inclui ainda viagens no tempo e no espaço num balão, um dinossauro inventor, navios piratas, vulcões e outras maluquices. Será que o café da manhã das crianças está a salvo? Com ilustrações incríveis de  Skottie Young, Felizmente, o leite é uma história de fantasia com uma boa dose de nonsense e o senso de humor peculiar de Neil Gaiman.

camiseta infantil bla bla bla

5. Contos encantados de Hans Andersen, de Luiz Antonio Aguiar

Para seu pequeno classudo, que adora contos encantados e releituras. Não tem como não se apaixonar pelo universo de Andersen e suas pontuais histórias. Vale para todos.

Sinopse: Clássicos inesquecíveis como “O patinho feio”, “O soldadinho de chumbo”, “A pequena Sereia” e outros contos de Andersen são recontados sob o olhar sensível de Luiz Antonio Aguiar. Histórias que encantam as crianças há séculos, como tesouros que o leitor poderá conhecer mais e guardar com carinho para sempre.

camiseta infantil era uma vez

6. O pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry

Mais um clássico, livro de cabeceira de muitos. Simples e ao mesmo tempo filosófico, é perfeito para aquelas crianças mais maduras e perspicazes, que conseguem perceber coisas muito além do superficial.

Sinopse: Nesta clássica história que marcou gerações de leitores em todo o mundo, um piloto cai com seu avião no deserto do Saara e encontra um pequeno príncipe, que o leva a uma jornada filosófica e poética através de planetas que encerram a solidão humana.

camiseta infantil capa de livro pequeno principe

7. Pétalas, de Gustavo Borges

Lindo, tocante, para dias cinzas. O roteiro e as cores de Pétalas nos trazem para um ambiente onde qualquer dia cinza pode ser agraciado pelos quadros dessa história e se transformar em um dia de cor. Belíssimas ilustrações e uma história tocante e singela recheiam a obra. Para crianças poéticas.

Sinopse: Pétalas conta a história de uma família de raposas cuja vida é transformada pela chegada de um estranho visitante durante um rigoroso inverno. Coedição entre Jupati Books (Marsupial Editora) e Tambor Quadrinhos.

camiseta infantil livro meu oxigênio

Que tipo de criança literária você tem em sua vida? Conta pra gente nos comentários. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *