Friedrich Wilhelm Nietzsche, natural da Alemanha, é considerado um grande pensador do século XIX, influenciando gerações futuras com temas sobre a moral, a religião, a filosofia e a ciência. Mas para desvendar verdadeiramente quem foi Nietzsche é preciso mergulhar na sua história.

No mês de lançamento da camiseta Nietzsche aqui na Poeme-se (veja abaixo), vamos destacar alguns fatos e curiosidades sobre o filólogo, filósofo, poeta, compositor e crítico cultural.

“O homem amadurece quando reencontra a seriedade que demonstrava em suas brincadeiras de criança.”

quem foi nietzsche
Camiseta Nietzsche

Nietzsche como filólogo e filósofo tinha como base a desconstrução de conceitos da cultura vigente, ele acreditava que o pensamento deveria ser livre de controle moral ou cultural. Era um ateu militante, tecendo críticas à religião e também foi um grande admirador do filósofo russo Dostoiévski.

Uma de suas obras mais famosas foi “Assim falou Zaratustra: um livro para todos e para ninguém” , escrito em três volumes entre 1883 e 1885 e, posteriormente o autor decidiu escrever mais três volumes, mas concluiu apenas mais um – sendo então a obra composta por quatro volumes, mas que após a morte de Nietzsche foi impressa em volume único. O livro utiliza da poética para abordar a história de um filósofo que se autonomeia Zaratustra após a fundação do Zoroastrismo na antiga Pérsia, com pitadas de ironias e sátiras do Velho e do Novo Testamento da Bíblia. Os volumes contém diversos episódios que podem ser lidos em qualquer ordem.

Só com uma base da sinopse desse livro já é possível perceber que Nietzsche era um escritor notável (pela força de suas ideias), sendo difícil um leitor ficar indiferente a sua leitura, se posicionando contra ou a favor. Ele escrevia contra tudo o que era estabelecido e escrevia sobre temas não convencionais para a época, tais como o feminismo e o socialismo.

Durante muitos anos foi professor universitário em Basel. Porém, além de uma personalidade soturna e ser considerado um tanto esquisito, Nietzsche deixou seu trabalho devido a diversas doenças (cegueira – conta-se que o filósofo tinha 15 graus de miopia – além de dores de estômago e enxaquecas). Sua vida a partir daí ficou mais conturbada, migrando de pensão em pensão pela Itália e Suíça. Sua biografia também ficou associada a episódios de loucura, como quando ele defendeu um cavalo que era espancado pelo cocheiro, seguido de um choro compulsivo e desmaio. Quando acordou, Nietzsche martelava seu piano, soltava ruídos e estava fora de si.

Depois dessa época, foi encaminhado para uma clínica psiquiátrica e depois foi morar com a mãe. Morreu em 1900, de causas desconhecidas, pois sua biografia não tem muitos relatos sobre essa época. Alguns afirmam que estava com demência, causada pela sífilis que ele havia contraído anos atrás.

Principais obras
– 1872: O Nascimento da Tragédia no Espírito da Música
– 1873: A Filosofia na Idade Trágica dos Gregos
– 1873: Sobre a verdade e a mentira em sentido extramoral
– 1873 a 1876: Considerações Intempestivas
– 1881: Aurora, Reflexões sobre Preconceitos Morais
– 1882: A Gaia Ciência
– 1883 e 1885: Assim falou Zaratustra: um livro para todos e para ninguém
– 1886: Humano, Demasiado Humano, um Livro para Espíritos Livres
– 1886: Além do Bem e do Mal, Prelúdio a uma Filosofia do Futuro
– 1887: Genealogia da Moral, uma Polêmica
– 1888: O Anticristo – Praga contra o Cristianismo
– 1888: Ecce Homo, de como a gente se torna o que a gente é
– 1888: Nietzsche contra Wagner

quem foi nietzsche

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *