Valorizar a cultura popular está no DNA da Poeme-se. Para essa empresa-verso que vos fala, o nosso ideal de colocar a poesia em movimento é ir além, levando a arte a todo canto, seja em sua forma escrita, visual ou musical. E uma de nossas paixões declaradas é o samba. Por isso, quando fechamos nossa parceria com o Centro Cultural Portela, para dar vida à camisetas que homenageiam os grandes da águia e branca, a velha guarda da Portela, assumimos essa missão com gosto!

Os frutos dessa parceria renderam quatro camisetas: (veja em Coleção Portela)

velha guarda portela (1) velha guarda portela (4)

velha guarda portela (3) velha guarda portela (2)

Agosto é um mês especial para relembrar Candeia, que nasceu em 17 de agosto de 1935. Se o sambista estivesse vivo, completaria 80 anos! (Leia: Por trás do samba de Candeia)

E assim como a gente apoia projetos culturais da Benfeitoria, hoje trazemos uma iniciativa sensacional da Velha Guarda da Portela, que a Embolachauma plataforma de financiamento coletivo focada em projetos musicais (entenda aqui) – está divulgando.

Basicamente, o projeto quer viabilizar a realização de uma turnê da Velha Guarda da Portela por todo o Brasil. A intenção, conta Serginho, um de seus integrantes, é “não deixar morrer os sambas despretensiosos, sem intenção comercial”. E você pode ajudar fazendo a sua doação para o projeto e, a cada valor, você tem um benefício diferente. Veja aqui como funciona.

Vem celebrar o sambar, a arte, a cultura do Brasil!

Leia também:

Por trás do samba de Candeia

Waldir 59: uma vida dedicada ao samba

Confira a Coleção que homenageia os grandes nomes de sambistas e figuras importantes da Portela: tem Casquinha, Tia Doca, Candeia, Waldir 59 e Zé Keti – Coleção Portela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *